Para sempre Alice

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

"Quando não há mais certezas possíveis, 
só o amor sabe o que é verdade"

O romance conta a história de luta de uma Professora Universitária e Doutora em Psicologia - que utiliza a própria mente como ferramenta de trabalho - contra o Mal de Alzheimer, doença degenerativa que ataca o campo de memorização do cérebro.

Como lidar com uma doença que a ciência atual não é capaz de vencer?


Lisa Genova apresenta uma protagonista guerreira e encantadora. Profissional respeitada, esposa e mãe dedicada e, acima de tudo, um ser humano com medos e receios como todos os outros, essa é Alice, apaixonante do início ao fim, nos comovendo em cada linha da sua trajetória de luta e busca pela superação das novas dificuldades que lhe foram impostas. 

Apesar das características que norteiam a obra para um tom de ar dramático, o termo aventura talvez seja o que melhor se enquadra à obra, tendo em vista as constantes emoções que são experimentadas em sua composição. Uma história que fará qualquer pessoa repensar sobre o que realmente vale a pena na vida. 

Têm coisas que nem mesmo as artimanhas da mente nos farão esquecer. O amor talvez seja uma delas.

Sinopse: Alice sempre foi uma mulher de certezas. Casada e mãe de três filhos já adultos, ela é professora titular em Harvard, uma especialista de renome mundial. Perto de completar 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possí­veis, só o amor sabe o que é verdade. De alguma forma e apesar de tudo, Alice é para sempre.

2 comentários: